BM escreve: O que podemos esperar da trilha sonora de “Barbie”

Esta semana estreia um dos filmes mais esperados do ano, "Barbie", dirigido por Greta Gerwig. Em uma entrevista ao canal Letterbox, a diretora detalhou suas referências para o filme, que incluem diversos filmes musicais como "Guarda-Chuvas de Cherbourg", "All That Jazz", "Grease", "Um Americano em Paris", etc.

Esta semana estreia um dos filmes mais esperados do ano, “Barbie“, dirigido por Greta Gerwig. Em uma entrevista ao canal Letterbox, a diretora detalhou suas referências para o filme, que incluem diversos filmes musicais como “Guarda-Chuvas de Cherbourg”, “All That Jazz”, “Grease”, “Um Americano em Paris”, etc.

Por esse motivo, a BM decidiu investigar a trilha sonora do longa-metragem, a fim de preparar você para essa jornada. A trilha instrumental do filme foi composta por Andre Wyatt, conhecido por seu trabalho em filmes como “Nasce uma Estrela”. As músicas originais foram produzidas por Mark Ronson, um premiado músico que já colaborou com artistas como Lady Gaga. Will.i.am escreveu músicas como “Shalow”, “Uptown Funk” e “Nothing Break Like a Heart.”

Dance The Night, Dua Lipa 

Antes de embarcar no projeto Barbie, Mark Ronson recebeu uma mensagem de texto de seu amigo e renomado produtor musical, George Drakoulias, conhecido por trabalhos em filmes como “Super 8” e “A Vida Secreta de Walter Mitty”, que está envolvido no filme. A mensagem simplesmente dizia: “Barbie?”, o que despertou a curiosidade de Mark.

Ronson aceitou a proposta. Antes que os ensaios pudessem começar – em duas semanas, a diretora Greta Gerwig precisava de uma música-disco que servisse de base para um número de dança altamente coreografado. 

Ela enviou a Ronson uma playlist com as músicas que tinha em mente para a trilha sonora, incluindo canções de Andrea True Connection e Xanadu. Ronson e seu colega Andrew Wyatt criaram uma faixa de apoio que Gerwig adorou e utilizou nos ensaios de dança com o elenco.

Essa música posteriormente se tornou “Dance the Night”, interpretada por Dua Lipa. A música emana a energia disco dos anos 70, com uma letra contagiante que faz ninguém ficar parado.

Barbie World, Nick Minaj e Ice Spice

Sim, senhores! A famosa música “Barbie Girl” estará no filme, mas não da forma que vocês imaginam. Em abril de 2022 o empresário do Aqua, Ulrich Møller-Jørgensen, afirmou que o hit de 1997 da banda não seria incluído na trilha sonora do filme. 

No entanto, a atriz Margot Robbie, que interpreta a Barbie, supostamente implorou à diretora para incluir a música no filme, e ela garantiu a Robbie que encontraria uma maneira de incorporar a música de “uma maneira legal”. 

É aí que entram em cena Nicki Minaj e Ice Spice, que foram contratadas para realizar um remix intitulado “Barbie World”. A música contém elementos de rap, mas a batida e o refrão que todos amam estão presentes.

Portanto, sim, fãs, nós ganhamos!

Speed Drive, Charlie XCX

Charli XCX foi uma das primeiras artistas que Mark Ronson convidou para a trilha sonora. A artista compartilhou que sempre amou o escapismo que suas bonecas Barbie proporcionavam, e que fazer parte desta trilha sonora e filme era como uma sonho completo.

Sobre sua inspiração para a música, Charli disse o seguinte: “Sempre gostei muito de cantar sobre carros. Para mim, existe uma conexão intrínseca entre dirigir, música e sentir-se uma estrela quando está em um carro.” 

A música possui uma forte influência tecno e conta com uma interpolação de “Mickey” (sim, aquela que é cantada em “A Escolha Perfeita”). Ao ouvir a música, é impossível resistir à vontade de vestir seu conjunto rosa, abrir as janelas do carro e cantar junto:

 “Ah-ah, Barbie, you’re so fine, you’re so fine you blow my mind

Jump into the driver’s seat and put it into speed drive

Hot, ridin’ through the streets, on a different frequency.”

What Was I Made For?, Bilie Ellish

Para compor a música e fazê-la se encaixar com a imagem do filme, Billie Eilish precisou assistir a uma versão preliminar do longa. Após assisti-la, ela disse o seguinte:

“Durante todo o processo de escrita, eu não pensei em mim mesma uma única vez. Fui puramente inspirada por este filme e pela personagem, e foquei em imaginar como ela se sentia, e escrevi a partir desse ponto de vista. Com o passar dos dias, ao ouvir as versões demos das músicas, eu percebi o quão honestas elas eram. Não quero parecer vaidosa, mas percebi que, de certa forma, eu estava escrevendo para mim mesma, sem nem mesmo perceber.”

Essa afirmação faz todo sentido, pois a música combina perfeitamente com o tema existencial do filme, proporcionando uma profunda reflexão sobre o propósito da Barbie e a carreira de Billie Eilish. Acredito que ela seja uma forte concorrente para ganhar o seu segundo Oscar de Melhor Canção Original.

Watati, Karol G

Mi povo Latino: sim, seremos representados na trilha sonora!

Karol G interpreta a música “Watati”, com a participação de Aldo Ranks. A música é uma mistura de reggaeton, pop latino e trap, com elementos de dembow e reggae em espanhol. Ela possui uma letra envolvente sobre dançar.

Barbie Dream, FIFTY FIFTY feat Kaliii

Acho que não ia ter KPOP? Achou errado, O grupo FIFTY FIFTY também faz parte da trilha sonora com a música “Barbie Dream”. É uma música animada que transborda a energia Barbie e fala sobre uma vida fabulosa, deixando você até pensando: “Será que é tão ruim viver na Barbielandia?”.

Im just Ken, Ryan Gosling

Sim, senhores! Nosso adorado loiro metrossexual terá seu solo intitulado “I’m Just Ken”. A música transborda a energia característica das boy bands dos anos 2000, com uma pitada de crise existencial. No clipe do filme, podemos apreciar toda a estética camp e a breguice proposital, com os Kens de mãos dadas, dançando em sincronia e reafirmando que são suficientes por si mesmos.

“I’m Just Ken” foi uma das primeiras canções escritas para o álbum Barbie: The Album, juntamente com “Dance the Night”, de Dua Lipa. O produtor Mark Ronson se inspirou para escrever essa canção após ler o roteiro do filme Barbie e sentir empatia pelo personagem Ken. 

“Sou apenas Ken / Em qualquer outro lugar eu seria um 10”

Como ele mesmo diz: “Parecia engraçado. Parecia um pouco emo, tipo, esse pobre rapaz. Ele é tão gostoso, mas não consegue entender a hora do dia”. 

Será que o Oscar do Ryan finalmente vem aí? Esperamos que sim. 

O filme ainda inclui outras músicas de artistas como Sam Smith, Dominic Fike, Ava Max e Lizzo, que ainda não foram liberadas.

Barbie promete ser um filme repleto de referências musicais e uma mistura de estilos que certamente fará justiça à boneca multifacetada que fez parte da infância de várias pessoas.

O que você espera do filme? Já está com o look preparado? Porque a BM já está. 

Arte por Nich

 

Como seria uma vida verdadeira pra mim

BM

Autor: Marcos Paulo
Edição e Revisão: Jackson Guilherme
Edição secundária: Brígida Rodrigues
Arte: Nich
Vídeos: YouTube

Brígida Rodrigues

Olá! Eu sou a Brígida, estudo Letras e sou uma completa apaixonada por Teatro Musical. Como os meus amigos não aguentam mais me ouvir falar da Broadway e afins, estou aqui para compartilhar um pouquinho desse amor com vocês.

Post navigation

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *